Páginas

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Você sabe quanto consome (em reais) o seu aparelho de ar condicionado?


Aprenda a calcular quanto vão custar suas horas de alívio do calor e veja como escolher e manter seu modelo funcionando bem.

Há alguns anos, ter um aparelho de ar condicionado em casa era luxo e poucas famílias tinham acesso a esse eletrodoméstico que alivia (e como) o calor. Os modelos eram grandes, caros e consumiam muita energia. Felizmente, com o tempo, eles evoluíram, tornaram-se mais leves, econômicos e "baratos", mas é necessário ter atenção na hora de escolher qual comprar. 

Quando comparados, por exemplo, os modelos split com o conhecido como "de parede" ou "de janela", o primeiro, geralmente, é mais econômico do que o tradicional, porém uma escolha errada pode pesar no bolso no fim do mês. 


Antes de aprender a calcular os gastos, primeiro você precisa saber que a unidade de medida utilizada para saber o quanto determinado modelo é capaz de refrigerar chama-se BTU (British Thermal Unit, que significa Unidade Térmica Britânica). Normalmente os aparelhos partem de uma potência de 7 mil BTU's podendo chegar até 60 mil.

foto: Murilo Cuzzuol | GAZETA ONLINE
Ar condicionado
Aline Fadini trabalha há mais de oito anos com ar condicionados
A supervisora de vendas de uma loja especializada na Praia do Canto, em Vitória, Aline Fadini, explicou em que ponto os consumidores costumam errar.
"É comum o cliente querer um aparelho que resfrie rápido e acaba optando por um que seja mais potente para colocar em um quarto pequeno. Ele compra um split de 9 mil BTU's, sendo que um convencional e com potência de 7 mil sairia até mais econômico e teria pouca diferença na refrigeração. Por isso é necessário saber onde e com quem vai comprar", ponderou.

Prós e contras

Cada um dos modelos tem suas vantagens e desvantagens, por isso é necessário analisar. Enquanto o split garante refrigeração rápida, livre de ruídos e baixo consumo de energia, o preço do convencional é em média 30 a 50% mais barato, levando-se em consideração a mesma potência - e não necessita de especialista para fazer a instalação, bastando ligá-lo à tomada.

Já os splits, além do aparelho fixo na parede, necessitam de tubos, geralmente de cobre, para a passagem do ar do condensador até a unidade interna, conhecida como evaporadora, sem contar a necessidade de um local específico para a unidade externa, onde fica o sistema de condensação. Para um modelo de 7 mil BTU's, este serviço de instalação custa aproximadamente R$ 400.

Leia também:

Mesmo assim, o modelo split tem suas vantagens, principalmente na hora de dormir e no bolso. A conta é simples: um split de 7 mil BTU's, funcionando por oito horas por dia, durante todo o mês (30 dias), gastará aproximadamente R$ 40 reais. Este modelo tem um consumo de 639 kw/h, de acordo com informação que vem na etiqueta do aparelho, avaliada pelo Inmetro. 

O  modelo convencional de 7 mil BTU's consome 700 kw/h, e, levando em consideração o mesmo período de oito horas, no final do mês representará um valor de R$ 46. Pode parecer pouco, mas este é mais barulhento, demora mais para refrigerar e tem a vida útil menor que a do split, sem contar o peso.

Como calcular
Se seu aparelho consome 800 kw/h, use no cálculo 0,8. Se for 700 kw/h, utilize 0,7.Como nosso exemplo é o split com 639 kw/h, vamos usar o 0,6.

Primeiro multiplicamos o consumo pelo número de horas utilizadas por dia. 
Como nosso exemplo é o de oito horas por dias, ficará: 0,6 x 8 = 4,8

O resultado acima deve ser multiplicado por 0,70, número padrão que representa a capacidade aproximada de rendimento de um ar condicionado (qualquer marca ou modelo). Sendo assim, seguindo nosso exemplo, multiplicamos 4,8 x 0,70 = 3,36

Agora é só multiplicar o resultado por 30, que é o número de dias do nosso exemplo.
3,36 X 30 = 100,8

Finalmente, terminando a conta, basta multiplicar o resultado acima pelo valor do quilowatt, que atualmente custa R$ 0,39. Seguindo nosso exemplo, fica 100,8 X 0,39 = R$ 39,31

foto: Murilo Cuzzuol | GAZETA ONLINE
Ar condicionado
Inúmeros modelos e com potências variadas estão disponíveis no mercado, mas é necessário ter atenção na hora de escolher para não ter dor de cabeça
 
Como escolher

foto: Murilo Cuzzuol | GAZETA ONLINE
Ar condicionado
Modelo de parede consome mais energia, porém custa menos e não requer instalação

Preste atenção, pois vários fatores devem ser levados em consideração na hora de escolher o seu aparelho.

"O cliente tem que saber o tamanho do cômodo onde o aparelho está instalado e quantas pessoas ficarão naquele ambiente. Precisa-se ainda levar em consideração se há fonte geradora de calor no local a ser posto, se o sol é o da manhã ou da tarde. Tudo isso influencia no desempenho da máquina. Não vai adiantar colocar um modelo de 7 mil BTU's em uma sala grande e com cinco pessoas", exemplificou.

Um aparelho de 7 mil BTU's suporta bem refrigerar uma área de aproximadamente 10 m², como um quarto de uma criança ou de um casal, por exemplo. Nessas horas é importante observar se há os selos de verificação do Inmetro e do Procel, que atestam a qualidade e o baixo consumo do produto.

Nos prédios de alto padrão, as construtoras já deixam os locais e tubulações para splits prontos, porém, em edificações mais simples, esta não é uma prática tão comum e ainda são vistas as tradicionais caixinhas de concreto nas paredes. A supervisora lembrou que isso também interfere no momento da escolha.

"Infelizmente estes apartamentos costumam ser pequenos, faltam os locais destinados aos condensadores e não há espaço para passar a tubulação. Isso quando não entregam os imóveis com a caixa para o eletrodoméstico no 'pé' da parede, o que é um erro absurdo, pois o ar frio é pesado e não conseguirá refrescar o ambiente. Instalar um split incorretamente pode trazer problemas futuros e prejuízos.

Dicas

foto: Divulgação
Ar
Dica
 Nos dois modelos (split e 'de parede') é necessário limpar os filtros pelo menos uma vez por semana para retirar impurezas;

Dica
A manutenção deve ser a cada ano. Aparelhos que ficam ligados o tempo todo devem receber cuidado especial e frequente;

Dica
 Barulho estranho pode ser sintoma de problema;

Dica
 Parou de gelar? Chame o técnico, pois o nível de gás pode estar baixo ou vazando;

Dica
 Se bem conservado e utilizado, os modelos podem durar mais de dez anos.

Nenhum comentário: